A Síndrome do Homem Azul.

Jolly & Klein publicaram recentemente no Canadian Medical Association Journal , o caso de um paciente de 73 anos de idade, que se queixava do surgimento de coloração azul arroxeada da pele, predominantemente em áreas de exposição ao sol, que se instalara de maneira progressiva ao longos de vários meses (Figura).

Apresentação1

Imagem do artigo de Jolly e Klein, mostrando paciente na consulta inicial e um ano após a interrupção da amiodarona.

O paciente tinha uma história de taquicardia ventricular monomórfica sustentada que tinha surgido depois de um infarto agudo do miocárdio de parede inferior. Devido a isso, vinha em uso de amiodarona, 400 mg ao dia, por aproximadamente 18 anos. No momento da consulta a dose total de amiodarona ingerida girava em torno de 2900 gr.

Foi feito um diagnóstico de toxicidade cutânea por amiodarona e a droga inicialmente reduzida, e após algum tempo, totalmente retirada. Um ano após a retirada da medicação as alterações cutâneas melhoraram acentuadamente e o ritmo cardíaco mantinha-se normal.

Amiodarona é um antiarrítmico potente, sendo muito útil em uma série de condições clínicas, incluindo arritmias ventriculares de difícil controle. Contudo, diversos efeitos colaterais estão associados ao seu uso, tais como toxicidade pulmonar e tanto hipo como hipertireoidismo.

O uso crônico da amiodarona frequentemente leva à fotossensibilidade e pacientes em uso da medicação devem ser orientados a usar protetores solares.

O surgimento de coloração azulada da pele devido ao uso de amiodarona é efeito adverso incomum, surgindo em menos de 3% dos pacientes que fazem uso crônico da medicação. O mecanismo pelo qual a coloração surge, parece envolver acúmulo de lipofucsina em lipossomos da pele por efeito da droga. Parece haver um valor limite de acúmulo da droga que leva ao surgimento do fenômeno.

Portanto, quando um paciente aparecer com coloração da pele azul-arroxeada, é importante investigar uso crônico de amiodarona antes de classifica-lo como um smurf !

 

 Referências

 

# Enseleit F, Wyss CA, Duru F, et al. Images in cardiovascular medicine. The blue man: amiodarone-induced skin discoloration. Circulation. 2006; 113(5):e63.

# Jaworski K, Walecka I, Rudnicka L, et al. Cutaneous adverse reactions of amiodarone. Med Sci Monit. 2014; 20:2369-72.

# Jolly U, Klein G. Blue man syndrome. CMAJ. 2016 Feb 8. pii: cmaj.150393. [Epub ahead of print].

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>